Um belo livro sobre Mandela

Recentemente foi aniversário do grande líder Nelson Mandela. Me lembrei que em 2011 li um belo livro sobre ele chamado Os caminhos de Mandela – Lições de vida, amor e coragem de Richard Stengel.

Aconselho a leitura dessa obra para aqueles que querem conhecer um pouco sobre a vida e os pensamentos desse grande líder e não tem muito tempo para ler extensas biografias, e para os os que se interessam pelo assunto “liderança”. O livro é recheado de casos vividos pelo ex-presidente sul africano.

A obra é muito bem escrita, de leitura agradável, e como escreveu seu autor, “tão distante quanto as circunstâncias da vida dele possam estar da sua vida, seu exemplo nos dá algo a que nos agarrar, um conjunto de princípios e valores que podem nos guiar em momentos difíceis”.

Recomendo!

Sinopse:

Por mais de dois anos, em pleno período de reconstrução democrática da África do Sul, nos início dos anos 1990, o editor da revista Time Richard Stengel presenciou o dia-a-dia de Nelson Mandela. Na época, o líder político conduzia o país a suas primeiras eleições livres. As incontáveis horas de convívio resultaram num relacionamento de íntima amizade. E na descoberta, por Stengel, das múltiplas facetas do homem complexo que vive sob a capa de herói do nosso tempo.

A essência dessa descoberta está em “Os Caminhos de Mandela – lições de vida, amor e coragem”, prefaciado pelo próprio Mandela. O livro vai além de radiografar a figura mítica que libertou seu povo do preconceito racial e conclamou opressores e oprimidos a reinventarem uma nação. Stengel foca seu olhar sobre situações da vida em que, testado pelas circunstâncias, Mandela distribuiu suas mais perenes lições de liderança e sabedoria. Por meio da vida do estadista, o leitor aprende, por exemplo, por que a coragem é mais do que a ausência de medo, por que devemos manter nossos adversários por perto, por que “ambos” é quase sempre melhor do que “isto ou aquilo”, por que precisamos encontrar no mundo algo que nos proporcione realização e significado – nem que isso se resuma a cuidar de uma simples horta.

Comentários encerrados.